"As pessoas querem perguntar sobre minha vida, mas se vocês simplesmente olharem para as coisas que eu escrevo, ai sim saberão de toda minha história." (Marilyn Manson)

quarta-feira, 27 de junho de 2012

50 lições para fazer o impossível , por Regina Brett

Há um tempinho atrás recebi um texto por e-mail com o título:

''Dicas de uma jovem senhora de 90 anos''

Hoje pensei nele e resolvi vir aqui publicar no blog, pois adoro, concordo e tento colocar em prática tudo que essa ''senhorinha'' escreveu.
Bom, só hoje me despertou a curiosidade de pesquisar sobra a tal senhora e qual não foi minha surpresa quando descobri que, na verdade, Regina Brett   completou recentemente 54 anos. Que surpresa boa, né? Sabedoria não tem idade!
Ela escreveu as 45 lições de vida quando completou 50 anos e,  mais tarde, atualizou a versão com mais 5 lições concluindo finalmente as 50 lições.

Digo que vale não só a leitura como também a prática no dia-a-dia  de tudo que está escrito...são lições para a vida! 



ESCRITO POR REGINA BRETT, 54 anos:


1. A vida não é justa, mas ainda é boa.

2. Quando estiver em dúvida, apenas dê o próximo pequeno passo.

3 A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém.

4. Não se leve tão à sério. Ninguém mais leva…

5. Pague suas faturas de cartão de crédito todo mês.

6. Você não tem que vencer todo argumento. Concorde para discordar.
7. Chore com alguém. É mais curador do que chorar sozinho.

8. Está tudo bem em ficar bravo com Deus. Ele aguenta.

9. Poupe para aposentadoria começando com seu primeiro salário.

10. Quando se trata de chocolate, resistência é em vão.

11. Sele a paz com seu passado para que ele não estrague seu presente.

12. Está tudo bem em seus filhos te verem chorar.

13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem ideia do que se trata a jornada deles..
14. Se um relacionamento tem que ser um segredo, você não deveria estar nele.

15. Tudo pode mudar num piscar de olhos; mas não se preocupe, Deus nunca pisca.

16. A vida é muito curta para longas piedosas festas. Esteja ocupado vivendo ou esteja ocupado morrendo.
17. Você pode fazer tudo se começar hoje.
18. Um escritor escreve. Se você quer ser um escritor, escreva.
19. Nunca é tarde demais para se ter uma infância feliz. Mas a segunda só depende de você e mais ninguém.

20. Quando se trata de ir atrás do que você ama na vida, não aceite não como resposta.

21. Acenda velas, coloque os lençóis bonitos, use a lingerie elegante. Não guarde para uma ocasião especial. Hoje é especial.

22. Se prepare bastante, depois deixe-se levar pela maré..

23. Seja excêntrico agora, não espere ficar velho para usar roxo.

24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.

25. Ninguém é responsável pela sua felicidade além de você.

26. Encare cada “chamado desastre” com essas palavras: Em cinco anos, vai importar?

27. Sempre escolha a vida.

28. Perdoe tudo a todos.

29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.

30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo.

31. Independentemente se a situação é boa ou ruim, irá mudar.
32. Seu trabalho não vai cuidar de você quando você adoecer. Seus amigos e seus pais vão. Mantenha contato

33. Acredite em milagres
34. Deus te ama por causa de quem Deus é, não pelo o que você fez ou deixou de fazer.

35.O que não te mata, realmente te torna mais forte.
36. Envelhecer é melhor do que a alternativa: morrer jovem

37. Seus filhos só têm uma infância. Faça com que seja memorável.
38. Leia os Salmos. Eles tratam de todas as emoções humanas

39. Vá para a rua todo dia. Milagres estão esperando em todos os lugares
40. Se todos jogassemos nossos problemas em uma pilha e víssemos os de todo mundo, pegaríamos os nossos de volta.

41. Não faça auditoria de sua vida. Apareça e faça o melhor dela AGORA!
42. Se desfaça de tudo que não é útil, bonito e prazeiroso.

43. Tudo o que realmente importa no final é que você amou.

44. Inveja é perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.

45. O melhor está por vir.
46. Não importa como você se sinta, levante, vista-se e apareça.
47. Respire fundo. Isso acalma a mente.

48. Se você não pedir, você não ganha.

49. Produza.
50. A vida não vem embrulhada em um laço, mas ainda é um presente!!!


Regina Brett assina uma coluna no The Plain Dealer, Cleveland, Ohio, EUA. 

A versão original em inglês está disponível neste link.

Confira o site oficial: http://www.reginabrett.com .

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Os defeitos dos outros se refletem em nós


A imagem abaixo do ex presidente Lula quando caiu na rede rendeu muitas risadas e teve uma infinidade de compartilhamentos. Eu mesma ri muito na primeira vez que vi.
A criatividade das pessoas às vezes extrapola os limites. Enquanto para uns é divertido, para outros não tem graça nenhuma. 



Hoje descobri que a imagem acima, trata-se de uma montagem (muito mal feita por sinal). É totalmente perceptível por alguns detalhes como vemos na demonstração abaixo:
O título do livro "O Aleph" está com uma tonalidade de cor mais roxa e sem o sombreamento acinzentado da foto original. O sujeito que fez a montagem adulterou isso, por causa do dedo de Lula em cima do título. E para o livro estar de cabeça para baixo, a capa deveria estar no outro lado. Esta foi a falha mais grotesca de todas!


A antipatia que nutrimos pelos outros embaça a visão e confunde o poder de discernimento.
Sempre me diverti as custas da 1a. imagem...
Sou usuária de Photoshop, sempre estou com um livro a tiracolo e mesmo assim me deixei enganar. Não me recordo se cheguei a passar adiante essa montagem, mas já me sinto envergonhada só em cogitar a possibilidade.  


Depois disso me pergunto quem é pior:
Se é o ser que, por estar tão encolerado pelo desprezo se viu zerado de argumentos e munição de ataque acabou usando esse recurso sujo e desonesto de difamação ou eu, que me deixei dominar pelo meu pré-conceito e abri mão do meu conhecimento e poder de observação confiando em uma imagem tão simples de se perceber os erros em questão. 


Serviu de lição!!! 

Moral da história: 

1) Sempre que vierem te passar alguma informação de alguém ou alguma coisa que você não tenha grandes apreços, antes de passar adiante, procure apurar a veracidade dos fatos. Se policie sempre pra nunca sentir o peso da injustiça. 
2) Às vezes os defeitos que julgamos pertencer aos outros estão mais presentes na gente do que imaginamos.
3) Se te faltarem argumentos na hora de falar de alguém por quem você não tem afinidade ou nutre algum tipo de antipatia, não haja com desonestidade para fazer as pessoas acreditarem que você está certo. Uma hora a verdade aparece!







quinta-feira, 21 de junho de 2012

Eu acredito em fadas, acredito!

Sofia, minha caçulinha, chegou hoje pra mim e disse:

- Mãe, a única fada que eu sei que existe de verdade é a Sininho!
- Tenho certeza que a Sininho também sabe que você existe, filha!
- Mãe, sabia que a Julia não acredita em nenhuma fada? Uma pena, né?
- É sim, filha, muito triste! (Vontade de rir)
(Pausa)
- Mãe...
- Oi...
- Isso é muito perigoso, né?
- O quê é perigoso, Sofia?
- Não acreditar em fadas...eu acredito MUITO, muito mesmo! De verdade!
- Que bom ouvir isso, meu amor! Mas por que é tão perigoso assim, filha?
- Porque quando deixamos de acreditar elas adoecem e deixam de existir!!! E eu quero ser como você pra sempre! Você acredita muito, muito, muito em fadas, né mãe?
- Mais do que você imagina, filha!

Fiquei emocionada, gente! Lindo isso, né?


quarta-feira, 20 de junho de 2012

Monsters University - Monstros S.A parte 2

Bom, não é segredo pra ninguém que eu sou ''fãnzoca'' de tudo que tem a marca Disney! Tenho um carinho super especial por essa super animação produzida pela Pixar e distribuída pela Walt Disney Company.
Aqui em casa todos nós curtimos muito e sempre que assistimos é diversão garantida.
 Fiquei muito feliz em saber que seremos agraciados com uma sequência desse delicioso desenho que, mais uma vez, tem tudo pra fazer a cabeça de adultos e crianças!

A animação vai contar a história de Mike e Sulley 10 anos antes do filme original, mostrando como a dupla se conheceu e como aprendeu a superar suas diferenças e se tornarem melhores amigos.

E já caiu na rede o primeiro trailer de Monsters University...já me rendeu boas risadas! Adoro o ''Mike'' Wasowsk.


A estreia nas telonas brasileiras está prevista para 12 de julho de 2013.

OBAAAAAAA!!!!! Já estou na contagem regressiva!!!





segunda-feira, 18 de junho de 2012

O Homem de Bem


O Homem de Bem

''O verdadeiro homem de bem é o que cumpre a lei de justiça,
de amor e de caridade, na sua maior pureza. Se ele interroga a consciência sobre seus próprios atos, a si mesmo perguntará se violou essa lei, se não praticou o mal, se fez todo o bem que podia, se desprezou voluntariamente alguma ocasião de ser útil, se ninguém tem qualquer queixa dele; enfim, se fez a outrem tudo o que desejara lhe fizessem.

Deposita fé em Deus, na Sua bondade, na Sua justiça e na Sua sabedoria. Sabe que sem a Sua permissão nada acontece e se Lhe submete à vontade em todas as coisas.

Tem fé no futuro, razão por que coloca os bens espirituais acima dos bens temporais.

Sabe que todas as vicissitudes da vida, todas as dores, todas as decepções são provas ou expiações e as aceita sem murmurar.

Possuído do sentimento de caridade e de amor ao próximo, faz o bem pelo bem, sem esperar paga alguma; retribui o mal com o bem, toma a defesa do fraco contra o forte, e sacrifica sempre seus interesses à justiça.

Encontra satisfação nos benefícios que espalha, nos serviços que presta, no fazer ditosos os outros, nas lágrimas que enxuga, nas consolações que prodigaliza aos aflitos. Seu primeiro impulso é para pensar nos outros, antes de pensar em si, é para cuidar dos interesses dos outros antes do seu próprio interesse. O egoísta, ao contrário, calcula os proventos e as perdas decorrentes de toda ação generosa.

O homem de bem é bom, humano e benevolente para com todos, sem distinção de raças, nem de crenças, porque em todos os homens vê irmãos seus.

Respeita nos outros todas as convicções sinceras e não lança anátema aos que como ele não pensam.

Em todas as circunstâncias, toma por guia a caridade, tendo como certo que aquele que prejudica a outrem com palavras malévolas, que fere com o seu orgulho e o seu desprezo a suscetibilidade de alguém, que não recua à idéia de causar um sofrimento, uma contrariedade, ainda que ligeira, quando a pode evitar, falta ao dever de amar o próximo e não merece a clemência do Senhor.

Não alimenta ódio, nem rancor, nem desejo de vingança; a exemplo de Jesus, perdoa e esquece as ofensas e só dos benefícios se lembra, por saber que perdoado lhe será conforme houver perdoado.

É indulgente para as fraquezas alheias, porque sabe que também necessita de indulgência e tem presente esta sentença do Cristo: "Atire-lhe a primeira pedra aquele que se achar sem pecado."

Nunca se compraz em rebuscar os defeitos alheios, nem, ainda, em evidenciá-los. Se a isso se vê obrigado, procura sempre o bem que possa atenuar o mal..

Estuda suas próprias imperfeições e trabalha incessantemente em combatê-las. Todos os esforços emprega para poder dizer, no dia seguinte, que alguma coisa traz em si de melhor do que na véspera.

Não procura dar valor ao seu espírito, nem aos seus talentos, a expensas de outrem; aproveita, ao revés, todas as ocasiões para fazer ressaltar o que seja proveitoso aos outros.

Não se envaidece da sua riqueza, nem de suas vantagens pessoais, por saber que tudo o que lhe foi dado pode ser-lhe tirado.

Usa, mas não abusa dos bens que lhe são concedidos, porque sabe que é um depósito de que terá de prestar contas e que o mais prejudicial emprego que lhe pode dar é o de aplicá-lo à satisfação de suas paixões.

Se a ordem social colocou sob o seu mando outros homens, trata-os com bondade e benevolência, porque são seus iguais perante Deus; usa da sua autoridade para lhes levantar o moral e não para os esmagar com o seu orgulho. Evita tudo quanto lhes possa tornar mais penosa a posição subalterna em que se encontram.

O subordinado, de sua parte, compreende os deveres da posição que ocupa e se empenha em cumpri-los conscienciosamente. (Cap. XVII, nº 9.)

Finalmente, o homem de bem respeita todos os direitos que aos seus semelhantes dão as leis da Natureza, como quer que sejam respeitados os seus.

Não ficam assim enumeradas todas as qualidades que distinguem o homem de bem; mas, aquele que se esforce por possuir as que acabamos de mencionar, no caminho se acha que a todas as demais conduz.''

(Segundo Allan Kardec, questão 918 de O Livro dos Espíritos (LE), capítulo XVII, item 3, de O Evangelho segundo o Espiritismo (ESE))

domingo, 17 de junho de 2012

Aos meus leitores

''Diante da vastidão do tempo e da imensidão do Universo,
é um imenso prazer para mim 
dividir 
um planeta e uma época com você.''
(Carl Sagan)


sexta-feira, 15 de junho de 2012

Quando a máscara cai

Face alguns últimos acontecimentos que andei observando me pus a questionar sobre um termo muito conhecido e utilizado comumente entre as pessoas (inclusive por mim): ''UM DIA A MÁSCARA CAI''.


Coincidentemente, enquanto eu matutava sobre o assunto, Fernanda Estellita lançou essa frase no Facebook:


''O striptease do mau caráter termina quando a máscara cai.''

Máscaras de personalidade são moda desde que o mundo é mundo. Não sou religiosa, mas sei de várias passagens bíblicas que apontam metaforicamente o quanto as pessoas vestiam e se despiam de suas máscaras. 
É interessante perceber que essa tal máscara às vezes é utilizada inconscientemente na tentativa de esconder algum tipo de insegurança ou até mesmo, fragilidade.
Grandes líderes, por exemplo, tendem a manter uma postura inatingível enquanto, no fundo, são pessoas sensíveis, tímidas ou até mesmo inseguras.
Também vemos aquele bom moço, que para os olhos de muitos é alguém dócil, simpático e acima de qualquer suspeita quando, na verdade, é alguém que esconde uma essência atroz.
Indo mais longe ainda, também destaco aquelas pessoas que preferem se manter anônimas quando fazem grandes feitos ajudando o próximo porque não querem ''aparecer'' por motivos diversos.



Generalizando, acho que todos usam máscaras no seu dia-a-dia. Todos nós, dependendo da situação ou com quem nos relacionamos deixamos mais em evidência aspectos diferentes de nossa personalidade de acordo com a ''necessidade''. Não existe 100% vilão, tampouco 100% mocinho. Nesse duelo de máscaras diria que a probabilidade de empate é grande.
Nem sempre o usuário da tal máscara se dá conta de que a está usando...às vezes é um mecanismo de defesa ou convivência involuntário.
Seria mesmo justo dizer que quem deixa sua máscara angelical cair tem uma essência ruim? 


Convido a atirar a primeira pedra aquele que não se enquadrar nos questionamentos abaixo:

- Quem nunca demonstrou estar feliz quando, na verdade, queria sumir do mapa?

- Quantas vezes, em determinado momento, você se calou diante de um acontecimento pra não destoar da maioria?
- E virar as costas para determinada pessoa quando ela está sendo atacada por alguma atitude que você não tem certeza se ela cometeu?

- E se manter firme e forte quando, mais do que nunca,  você precisava de algo pra se apoiar?
- Ou se dar conta de que você passou anos adotando uma postura, quase se autoflagelando, só pra se encaixar nos padrões familiares, religiosos ou sociais?
- Ou, até mesmo, deixar de perdoar alguém que você já não guarda mais mágoa por ter que manter sua postura antiga por medo de desagradar quem ainda não perdoou?


São muitos questionamentos que devemos fazer antes de bater o martelo sobre a personalidade de alguém que não conhecemos por completo. Aliás, mesmo conhecendo alguém por anos a fio a chance de se surpreender é grande. 
A própria sociedade muitas vezes impõe, permite, fornece ou tendencia as pessoas a adotarem o uso daquela que mais convém ser usada. Porém, nem sempre entende e admite que quando algo dá errado ela (a sociedade) também tem sua parcela de culpa.


Conforme o tempo passa, todos deixam sua(s) máscara(s) cair, querendo ou não. Enquanto uns  ''chutam o balde'' outros se descuidam e, simplesmente, as perdem por aí...
E como cada caso é um caso, enquanto uns se arrependem, outros se libertam.



O peso e o tipo da máscara pode variar de acordo com a forma que você encara a vida. Ela pode ser feita de plumas ou de ferro. Vai do gosto do freguês.


Pensando nisso me vejo no dever de me policiar 
na hora de julgar usuários de máscaras. 
Afinal de contas, também sou dona de várias...assim como você!



quinta-feira, 14 de junho de 2012

Colhendo Felicidade

" As tristezas que eu levava comigo murcharam definitivamente. 
As joguei fora! 
Não guardo mais velhas dores e nem amores desbotados!
Tem tantos sorrisos brotando por aí... 
Cuidarei deles, pra que nunca morram.
E vou seguir assim: plantando otimismo pra colher felicidade!!! "

(Karla Tabalipa)


Chaves e Chiquinha Babies

Ai, gente!!! Não resisti...tive que trazer pra cá!!! Momento fofura!!!


Alguém tem coragem de discordar? Não, né?
FOFOS!!!

Prece Materna

Vi essa prece hoje no Facebook e achei tão linda que resolvi trazer pra cá!
Os desejos de uma mãe são tão simples e puros...a única coisa que queremos é acertar...SEMPRE!




PRECE MATERNA


''SENHOR,
é tão bom ter um filho !
No entanto,como é difícil criá-lo...
Ajude-me a acertar,Senhor.
Faça com que eu o compreenda em todas as situações.
Que eu seja paciente com suas atitudes,
Que eu seja justa em todas as decisões,severa,se for preciso,
mas que partilhe de suas alegrias.
Que eu possa diminuir e suavizar suas tristezas,
Que esqueça suas falhas e entenda sua linguagem.
Que eu aceite suas deficiências e que ele tenha certeza do meu apoio.
Que ele seja feliz comigo
e mais tarde,eu possa dizer:

OBRIGADO,SENHOR. Eu acertei!!!''


(Desconheço a autoria)

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Dia dos namorados simples e especial

Oi pessoal! Primeiramente peço mais uma vez mil desculpas pela minha ausência aqui no blog, mas tem sido um pouco complicado parar pra escrever e postar novidades por aqui. Vida corrida, provas na faculdade, filha doente, marido doente e agora, eu com uma gripe braba!

Mas agora dei uma paradinha pra contar como foi o meu dia de ontem, dia 12 de junho, dia dos namorados aqui no Brasil!
Maridão me ligou chamando pra ir almoçar com ele, mas eu tinha prova na faculdade e, infelizmente não pude aceitar o convite. Até conversamos sobre o que faríamos à noite pra comemorar mas como não chegamos a nenhuma conclusão, combinamos de resolver na hora de sair...no improviso (!!!!).

IMPROVISO!!! Uma palavra que eu adoro e que me inspira...
Fiquei pensando...caramba, todo ano é a mesma coisa, restaurantes lotados, fila de espera, atendimento deixando a desejar. Fora que é tudo feito meio que roboticamente.
Resolvi fazer diferente dessa vez! Adoro pretextos pra sair da rotina. Comecei a bolar algo legal pra surpreender o maridão. Um jantar romântico!!! Mas com 3 filhos em casa ia ser meio complicado manter o clima de romantismo no ar, mas eu estava decidida. Ia dar o meu jeito!
Depois da prova da faculdade (cabeça voando, acho que me dei mal na prova...quase certeza), parti pro supermercado.
Sem a menor ideia do que fazer, dei de cara com um filé de salmão maravilhoso, coloquei no carrinho, em seguida, adentrei na parte de frutas e legumes e os maracujás estavam lindos!!!  Ali defini o prato principal:
Salmão ao molho de maracujá! Hummmm...
O restante dos ingredientes foram fluindo. Batata, queijo parmesão, alecrim, alface, tomate cereja, tomate seco, croutons, etc...

Cheguei em casa às 17:45 com a minha pequena e comecei os trabalhos:


Cortei os maracujás (comprei 3) tirei a polpa (separei algumas sementes e reservei) e bati no liquidificador, Coei e deixei ali, em standby.


Preparei o tempero do Salmão:


- 4 dentes de alho, alecrim (um raminho), sal, suco de 1 limão, pimenta do reino e 3 colhes de sopa do suco do maracujá fresco.
Deixei marinando e dei continuidade no restante do cardápio.

Preparando a salada:


Lavei o alface, sequei bem. Cortei ao meio os tomates cereja e fiz o mesmo com o tomate seco.
Hora de preparar o molho Caesar:


Bati no mixer 6 colheres de sopa de maionese, 1 ovo, suco de 1 limão, 3 colheres de sobremesa de azeite, sal à gosto, pimenta do reino à gosto, salsa desidratada e queijo parmesão (também à gosto).


Descasquei as batatas cortei em 4 e coloquei pra cozinhar na água e sal. Cuidei pra que não cozinhassem muito, pois como ia levá-las ao forno, era importante que ficassem bem firmes.
Assim que percebi que estavam no ponto, escorri a água e arrumei todas em um refratário untado com margarina. Reguei com um pouco de azeite, joguei pimenta calabresa, orégano, salsa e manjerona desidratada e queijo parmesão (ralado na hora).

Na sequência, liguei o forno e deixei pre aquecendo a 180 graus. Enquanto isso, forrei um tabuleiro com papel alumínio e reguei com bastante (BASTANTE) azeite. Nessa ''piscina'' de azeite eu deitei o salmão que estava marinando e levei ao forno. Depois de uns 15 minutos eu virei e deixei mais 10 minutinhos. Nesse momento levei as batatas que já estavam prontinhas aguardando esse importante momento. Como elas já estava cozidas, Só foram ao forno pra dourar, derreter o queijo parmesão e ficarem mais macias.

Nesses 10 minutos finais, preparei o molho de maracujá:


Ralei 1 cebola pequena e refoguei na margarina por uns 3 minutinhos. Joguei o suco de maracujá (deu 1 copo de 300 ml), misturei e provei. Achei muito ácido e acrescentei 2 colheres de sobremesa de açúcar pra quebrar a acidez. Deu certo! Dissolvi em meio copo d`água 1 colher de sobremesa de amido de milho (Maisena) e adicionei ao molho pra engrossar. Quando atingiu o ponto eu desliguei o fogo e, assim que saiu o vapor acrescentei meia caixinha de creme de leite. Misturei bem e pronto! O molho de maracujá ficou uma delícia!

Depois disso tudo foi só montar o prato! Aí fica ao gosto de cada um!

O legal é que registrei o momento:



Abaixo do prato principal está o molho de maracujá



Um close na ''criança''


A saladinha e o molhe Caesar ao fundo





Ahhh...e pra ficar completo teve também a sobremesa: TORTA DE MORANGO!!!


A receita da torta, tem aqui no blog!!! Pra quem quiser conferir, tá AQUI.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Viver ou juntar dinheiro?

Reli hoje no Facebook um texto muito legal que serve pra dar um toque naqueles que tem como objetivo de vida poupar, poupar e poupar.
Nada contra guardar dinheiro, simplesmente não consigo entender a falta de urgência que algumas pessoas dispõe em não viver a vida. Mas também não falo só de dinheiro...ler o texto do qual originou essa postagem e associar só a dinheiro é muita limitação...vamos mais longe?
''Dinheiro não traz felicidade''...eis uma frase meio estranha, porque não podemos associar felicidade a nada material. Felicidade é um estado de espírito!!! Assim como já vi rico infeliz e pobre feliz da vida, também já vi o inverso! Não dá pra generalizar, o que dá pra fazer é viver bem com o que se tem. Se você tem dinheiro, ótimo!!! Aproveite e proporcione a si mesmo algo que só com dinheiro na mão é possível desfrutar. Faça uma viagem, beba um bom vinho, compre aquele item supérfluo (pros outros) sem peso na consciência...você pode! Porque não?



Lembrei de uma frase que meu tio Carlinhos, um exímio gastador, sempre repetia:

"Nunca faltará miséria ao miserável nem dinheiro ao gastador''


Esse meu tio, sempre trabalhou muito, sempre ganhou muito dinheiro e, com a mesma velocidade que ganhava, usufruía! O prazer da vida dele era reunir a família e os amigos em sua casa, acender a churrasqueira, colocar o som nas alturas e curtir. Dançava, bebia sua cerveja gelada, quando a noite caía ele chorava e dizia a todos o quanto amava estar ali com todos...meu tio proporcionava e dividia com todos a sua felicidade. Hoje, mesmo depois da diabete ter levado uma de suas pernas, ele segue feliz, ainda reunindo seus amigos e curtindo a vida! Meu querido tio me ensinou a multiplicar a felicidade com quem nos faz bem! Nunca fez nenhuma viagem internacional que eu me lembre, pois não teve dinheiro nem tempo pra gastar estando longe do que o fazia feliz...investiu em uma casa confortável onde coubessem pessoas a sua volta. Esse soube e sabe aproveitar! Admiro!!!

Você é pobre, trabalha duro e não pode comprar tudo o que deseja? Olhe a sua volta! Perceba tudo que está ao seu alcance e que dinheiro nenhum pode comprar! Ame quem te ama, seja gentil com as pessoas, reúna seus amigos, leia um bom livro, faça um passeio ao ar livre...Se você tem todas as cartas na manga pra ser feliz, vai lá e aproveita! Pare de reclamar da vida!!!

Só um alerta! Muito cuidado com os extremos...use o que tem e o que sabe com sapiência. Exageros anulam...muito cuidado com os excessos!Se policie pra não chegar na metade da sua vida e perceber que desperdiçou seu tempo, poupando felicidade! Felicidade não se poupa, pois quanto mais você distribui mais ela se multiplica! Tudo aquilo que está ao seu alcance, te faz bem, te traz saúde e não prejudica quem você ama se chama Felicidade.

Quebre seu porquinho, viva e seja Feliz!!!!


E depois de falar sem parar, vamos ao texto:

Viver ou Juntar Dinheiro?
(Max Gehringer)

Recebi uma mensagem muito interessante de um ouvinte da CBN e peço licença para lê-la na íntegra, porque ela nem precisa dos meus comentários.
Lá vai: 


"Prezado Max, meu nome é Sérgio, tenho 61 anos e pertenço a uma geração azarada: Quando era jovem as pessoas diziam para escutar os mais velhos, que eram mais sábios. Agora dizem que tenho que escutar os jovens, porque são mais inteligentes.Na semana passada li numa revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico. E eu aprendi muita coisa... Aprendi, por exemplo, que se eu tivesse simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, durante os últimos 40 anos, eu teria economizado R$ 30.000,00. Se eu tivesse deixado de comer uma pizza por mês, teria economizado R$ 12.000,00 e assim por diante. Impressionado, peguei um papel e comecei a fazer contas, então descobri, para minha surpresa, que hoje eu poderia estar milionário.
Bastava não ter tomado as caipirinhas que tomei, não ter feito muitas das viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que comprei e, principalmente, não ter desperdiçado meu dinheiro em itens supérfluos e descartáveis.
Ao concluir os cálculos, percebi que hoje eu poderia ter quase R$ 500.000,00 na conta bancária.
É claro que eu não tenho este dinheiro. Mas, se tivesse, sabe o que este dinheiro me permitiria fazer?
Viajar, comprar roupas caras, me esbaldar com itens supérfluos e descartáveis, comer todas as pizzas que eu quisesse e tomar cafezinhos à vontade. Por isso acho que me sinto absolutamente feliz em ser pobre.
Gastei meu dinheiro com prazer e por prazer, porque hoje, aos 61 anos, não tenho mais o mesmo pique de jovem, nem a mesma saúde. Portanto, viajar, comer pizzas e cafés, não faz bem na minha idade e roupas, hoje, não vão melhorar muito o meu visual!
Recomendo aos jovens e brilhantes executivos que façam a mesma coisa que eu fiz. Caso contrário, chegarão aos 61 anos com um monte de dinheiro em suas contas bancárias, mas sem ter vivido a vida".



"Não eduque o seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz.
Assim, ele saberá o valor das coisas, não o seu preço."

...

myfreecopyright.com registered & protected